Hoje é segunda-feira, 24 de junho de 2024
Pesquisar
Close this search box.

SomosCoop na Estrada lança terceira temporada; três coops do RJ estão em destaque

O Sistema OCB acaba de lançar a terceira temporada do SomosCoop na Estrada. E três cooperativas do Rio de Janeiro estão em destaque DataCoop, LibreCode e Coopas. O objetivo da união é mostrar como o cooperativismo pode ser aplicado a grupos profissionais que geralmente não estão associados a esse modelo de negócios e oferecer uma alternativa para quem se torna cooperado, com melhor desenvolvimento e gestão, o que diminui os riscos de começar um negócio sozinho.

Com a jornalista Glenda Kozlowski, a websérie vai explorar também mais sete cidades brasileiras para descobrir como o cooperativismo pode transformar vidas. Da Paraíba ao Espírito Santo, passando por Pernambuco, Sergipe e Mato Grosso.

Episódios

No primeiro episódio, Glenda visita a Arteza, uma cooperativa com 29 produtores de couro que investiram em máquinas e equipamentos para produzir e melhorar a qualidade dos produtos. Hoje, além de bolsas, sandálias e carteiras, eles produzem diversos acessórios, vendidos em todo o Brasil e exportado para países da Europa. A Arteza possui uma abordagem sustentável, com métodos de curtimento vegetal e energia solar para reduzir seu impacto ambiental.

A segunda parada é em Pernambuco, e chega à Cooperativa de Exportação do Vale Do São Francisco (Coopexvale), uma coop agrícola com um foco singular: produção de uvas na região do Vale do São Francisco. Por lá, enquanto todo o mundo produz apenas uma safra, eles são capazes de produzir duas safras e meia.

O terceiro episódio mostra o trabalho comercial da Coopexvale e os esforços dos cooperados para aprimorar a qualidade de seus produtos e conquistar espaço nos mercados nacional e, principalmente, internacional, desde o processo de embalagem e armazenamento até a logística de vendas, com o apoio mútuo entre os trabalhadores.

O Nordeste continua sendo o destino do SomosCoop na Estrada, partimos para a capital paraibana. Glenda chega na Unimed de João Pessoa, fundada em 1971, por 106 médicos que, com o passar dos anos, se tornou uma gigante da saúde e oferece diversos serviços que fazem toda a diferença na vida da comunidade. A coop também se dedica a projetos sociais e educacionais, como o Mãos que Apoiam, que oferece ajuda às mulheres que enfrentam câncer de mama, além de uma escola em parceria com o governo estadual.

No quarto episódio, é hora de contar a história da Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento Rural do Centro Sul de Sergipe, a Cercos. Essa coop ilumina 16 povoados da cidade de Lagarto, onde vivem cerca de 25,4 mil habitantes. Mas não é só isso, além de um projeto de perfuração e revitalização de poços artesianos nos povoados da Colônia Treze, que já beneficiou mais de 300 mil famílias.

 

No Centro-Oeste, no coração do Mato Grosso, será o momento de conhecer a Cooperfibra, em Campo Verde. A cooperativa nasceu do sonho de 20 agricultores pioneiros, que viram a oportunidade de mudar suas vidas por meio da união e do trabalho coletivo. Eles produzem soja, milho e algodão de maneira sustentável, com base em relacionamentos de confiança e lealdade, pautados nos princípios do coop, além de contar com laboratórios modernos de classificação de grãos e um setor de comercialização especializado para os cooperados. Na safra 2022/23, a Cooperfibra representou a segunda maior participação na produção de grãos entre as cooperativas do Ramo Agro e é a quinta maior importância socioeconômica com vínculos empregatícios.

O Espírito Santo também entrou na rota. Agora, para conhecer a Cooperativa de Transporte Sul Serrana Capixaba, fundada em 2002. São 514 cooperados ativos, que realizam transporte escolar e atendem a nove municípios do estado. A coop oferece benefícios, como abastecimento semanal dos veículos, combustível a preços mais acessíveis e acesso a insumos com valores reduzidos por meio de compras coletivas. O episódio mostra a qualidade dos serviços prestados pela cooperativa e seu impacto na educação das crianças, com destaque para a segurança e a confiabilidade proporcionadas pelo modelo cooperativista.

Cafesul é o último destino, ainda no Espírito Santo, e abre suas portas para mostrar a produção do Café Póde Mulheres,  uma linha especial produzida apenas por mulheres cooperadas, com alta qualidade e garantia de preços justos, com condições de trabalho dignas para seus cooperados. Elas atuam em toda a cadeia produtiva, desde o cultivo e a colheita, com técnicas agrícolas modernas e sustentáveis, que preservam o meio ambiente e o bem-estar das comunidades locais. Glenda mostra, de perto, o trabalho dessas produtoras, aprende sobre o plantio que garante um bom café e descobre como a Cafesul promove o desenvolvimento econômico e social das comunidades locais.

SomosCoop na estrada em números

Já foram mais de 24.000 mil quilômetros rodados,  21 cooperativas visitadas e mais de 360 horas de SomosCoop na Estrada, conhecendo de perto as histórias e os projetos transformadores das cooperativas. De norte a sul, de leste a oeste, sorrisos foram compartilhados, aprendizados foram divididos e experiências foram contadas. Agora, vamos continuar descobrindo o poder de cooperar como uma oportunidade de crescer e prosperar.

Confira aqui o primeiro episódio da terceira temporada.