Hoje é segunda-feira, 24 de junho de 2024
Pesquisar
Close this search box.

Oficina de Planejamento desdobra diretrizes definidas no 15º CBC

O Sistema OCB realizou, na última sexta-feira (17), sua Oficina de Planejamento Estratégico. O encontro contou com a participação de mais de 100 representantes da unidade nacional e das Organizações Estaduais (OCEs) e colheu subsídios para o desdobramento das diretrizes priorizadas no 15º Congresso Brasileiro do Cooperativismo (CBC), para compor as estratégias de atuação das entidades. A identidade organizacional do Sistema OCB, incluindo sua visão e missão também foi abordada durante a oficina.

“Demos hoje mais um importante passo para a construção do futuro do cooperativismo nos próximos cinco anos. Após três dias de trabalho intenso e a participação efetiva dos cooperados na definição das principais diretrizes para o nosso movimento, começamos agora essa nova etapa que vai nortear os trabalhos das nossas entidades de representação, que são responsáveis por orientar e acompanhar a implementação efetiva e eficaz das ações”, afirmou o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

Para a gerente -geral do Sescoop, Karla Oliveira, realizar a oficina logo após o término do CBC também é estratégico. “Foi um momento super importante de reflexão sobre nossa identidade sistêmica e o nosso papel para apoiar o desenvolvimento das cooperativas, com foco nas diretrizes estabelecidas por elas”, declarou.

A continuidade do trabalho desenvolvido no encontro acontece no dia 11 de junho, quando os representantes se reúnem novamente, em formato virtual, para a apresentação do planejamento estratégico sugerido para o ciclo 2025-2030.

Frederico Azevedo, superintendente da OCB/MT disse que a discussão das diretrizes aprovadas no CBC foi relevante para criar uma integração entre dirigentes, lideranças e equipes quanto a delimitação de missão, visão e desdobramento das estratégias. “O Sistema OCB foi muito feliz no direcionamento da oficina e os resultados serão proveitosos para o cooperativismo brasileiro”, destacou.