Hoje é segunda-feira, 24 de junho de 2024
Pesquisar
Close this search box.

Relatório da Semana ENEF destaca compromisso das cooperativas

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lançou o relatório com os resultados da Semana Nacional de Educação Financeira (ENEF) de 2022 e 2023. O documento é elaborado pelo Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF), tendo a CVM na Presidência do FBEF desde 2022. O Fórum é responsável pela SENEF e o relatório promove maior previsibilidade e transparência a todos os interessados e envolvidos na campanha.

Segundo o relatório, foram – nas duas edições – 8.644 iniciativas realizadas em todo o Brasil (1765 em 2022 e 6879 em 2023), com um alcance de 98,5 milhões de pessoas e mais de 780 mil participantes nos eventos promovidos.

“Gostaria de agradecer aos parceiros que contribuíram para a realização de mais de 8 mil iniciativas, alcançando aproximadamente 100 milhões de pessoas no somatório das últimas duas edições. A participação de cooperativas, instituições financeiras, escolas e universidades, empresas públicas e privadas, ONGs, pessoas físicas, entre outros setores, é fundamental para o sucesso da campanha. Seguimos juntos no propósito de levar a educação financeira para cada vez mais pessoas e contamos com o apoio e a participação de todos na próxima edição que será realizada na terceira semana de maio de 2024”, disse Nathalie De Andrade Araujo Matoso Vidual, Presidente do Fórum Brasileiro de Educação Financeira.

Nas iniciativas específicas, a maior parte das iniciativas de 2022 (66%) foi voltada para o público geral/adultos, enquanto em 2023 a maioria (53%) foi destinada ao público crianças e jovens. Menos de 2% das iniciativas específicas foi direcionada para outros Público-alvo segmentos: mulheres, idosos, endividados, vulneráveis, baixa renda, PcD, indígenas e migrantes e refugiados. Nas campanhas em massa, um pouco mais da metade das ações de 2022 (52%) foi voltada para o público geral/adultos, enquanto em 2023 a grande maioria (74%) foi destinada ao público geral/adultos.

Destaque cooperativista
Mais uma vez, as cooperativas de crédito foram as responsáveis pelo maior número de iniciativas, tanto específicas (94,43% em 2022 e 94,60% em 2023) quanto em campanhas em massa (86,7% em 2022 e 91,6% em 2023).

As cooperativas também foram responsáveis pelo maior público tanto nas iniciativas específicas (66,25% em 2022 e 70,50% em 2023) quanto nas campanhas em massa (53,4% em 2022 e 77,1% em 2023).

O relatório destaca algumas das ações realizadas pelos grandes sistemas de crédito cooperativo. Confira a seguir algumas delas:

9ª edição da Semana ENEF
Durante a 9ª edição da Semana ENEF (12 a 18 de dezembro de 2022) foram realizadas 1.765 iniciativas. Tais iniciativas foram divididas em iniciativas específicas (eventos)1 e campanhas em massa (ações de divulgação).

Ao todo, foram realizados 1.238 eventos e 527 ações de comunicação. Além disso, ao menos 24 unidades federativas, juntamente com o Distrito Federal, promoveram iniciativas educacionais. As únicas unidades federativas que não realizaram iniciativas foram Amapá e Rondônia, ambas da região Norte.

Ao longo da 9ª Semana ENEF, o setor cooperativista, responsável por 92% das iniciativas apresentadas, destacou-se como o segmento preponderante tanto em volume de iniciativas específicas quanto em campanhas de massa. Dentre as iniciativas promovidas destacamos o Sicredi que promoveu o lançamento da campanha “Vida Financeira não é sorte, é conhecimento”, com ações e abordagens focadas nas ciências comportamentais para impulsionar o tema “Resiliência Financeira”.

Outra cooperativa de destaque foi o Instituto Sicoob que lançou uma nova edição do livro da Coleção Financinhas3 : “Marina esqueceu de desligar a televisão”. O novo livro é classificado como pertencente ao gênero de literatura infantojuvenil: recomendado para crianças e jovens com idades entre o e 14 anos. O enredo da história permite aos leitores fazer reflexões sobre temas atuais, como sustentabilidade e consumo consciente.

O lançamento oficial do livro ocorreu durante a live “Tocando em frente”. Durante o evento, o palestrante e ex-jogador de futebol da Chapecoense, Jackson Follmann, ministrou uma palestra sobre resiliência financeira, motivação e superação.

Por fim, o Cresol promoveu o Projeto Juventude Cooperativista na Escola Cordilheira Alta, no Município de Cordilheira Alta (SC). A iniciativa previa a formação de jovens em educação financeira. A formatura ocorreu durante a Semana ENEF e contou com a participação dos alunos, da escola, dos pais, da comunidade e do Cresol. Quanto às iniciativas dos membros do FBEF, o foco residiu na promoção de ações digitais por meio da disseminação de mensagens-chave sobre resiliência financeira, abordando o tema a partir de três perspectivas distintas: conhecimento, habilidade e atitude.

10ª edição da Semana ENEF
Durante a 10ª edição da Semana ENEF (15 a 21 de maio de 2023) foram realizadas 6879 iniciativas. Ao todo, foram realizados 6.043 iniciativas específicas e 836 campanhas em massa. Além disso, todas as 26 unidades federativas, mais o Distrito Federal, promoveram ao menos uma iniciativa educacional.

Esta edição marcou a forte retomada das iniciativas presenciais após o término da pandemia decretado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no dia 05/05/2023. Cerca de 86% das iniciativas foram realizadas presencialmente enquanto 14% das iniciativas foram realizadas no formato virtual ou híbrido. Essa retomada das atividades presenciais também já tinha sido observada na edição de 2022 quando 67% das iniciativas foram realizadas presencialmente e 33% de forma presencial ou híbrida. O elevado índice de eventos presenciais deve-se primordialmente ao segmento de cooperativismo.

Mais uma vez, o setor cooperativista foi responsável pela grande maioria das iniciativas, destacando-se com 94% do total de iniciativas específicas e campanhas de massa.

Dentre as iniciativas realizadas, destacamos o Sicredi que promoveu o lançamento do jogo “Universo S902” na plataforma Roblox. Este jogo proporciona uma experiência interativa para crianças e adolescentes, permitindo-lhes desenvolver conhecimentos sobre educação financeira por meio de atitudes cooperativas, como a participação de quizzes, a valorização do comércio local, a utilização de caixa eletrônico, a compreensão de economia e investimento do dinheiro de forma lúdica e gamificada. O objetivo do jogo é promover uma cultura financeira mais consciente e responsável desde a infância. Desde o lançamento, 3800 crianças já foram impactadas pelo jogo.

Outro destaque do Sicredi foi a intensificação da atual parceira com a Maurício de Sousa Produções (MPS) no fomento da educação financeira, utilizando os personagens da Turma da Mônica. A série temática de histórias explica a origem do dinheiro, o orçamento familiar, a recompensa de quem sabe administrar o dinheiro, formas de economizar, e medidas de prevenção e proteção financeira.

Neste contexto, também ocorreu o lançamento, em 15 de maio de 2023, das experiências de educação financeira na Vila da Mônica, em Gramado – RS, um parque temático da Turma da Mônica inaugurado em outubro de 2022. A experiência proporciona aos visitantes vivências sobre o tema de educação financeira na Casa dos Bombeiros, onde as crianças têm a oportunidade de salvar os pets e, em troca, recebem uma recompensa com dicas sobre a origem do dinheiro. No Hospital Veterinário, as crianças podem aprender sobre os custos relacionados aos cuidados com o pet e, com isso, sobre o orçamento familiar, enquanto brincam de assistentes de veterinário. Na Casa da Magali, elas recebem dicas sobre um aniversário sustentável, aprendendo a economizar.

Outra iniciativa de destaque foi o Projeto de Planejamento Financeiro com jovens universitários desenvolvido pelo Cresol, juntamente com outras instituições financeiras. Foi firmada uma parceria com o Laboratório de Finanças e Consultoria Universitária (CAI), do Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí (UNIDAVI), para ofertar consultorias financeiras, palestras e oficinas sobre planejamento financeiro. As ações foram realizadas nas cidades de Rio do Sul (SC), Donna Emma (SC), Presidente Getúlio (SC), Ibirama (SC), Taió (SC) e Mirim Doce (SC).

O Cresol realizou ainda uma ação de educação financeira para mulheres da cooperativa Aguapé (MG). Com o objetivo de promover a inclusão financeira e o desenvolvimento sustentável das comunidades, através da agência de Manhumirim (MG), a ação contou com a participação de 14 mulheres da Cooperativa Mista de Trabalho e Produção de Coleta Seletiva, Reaproveitamento e Reciclagem do Lixo Ltda. Durante o evento, as palestrantes Thamara Knupp e Leticia Barbosa compartilharam insights sobre a importância da educação financeira, planejamento do orçamento familiar, economia doméstica, noções de investimentos, compreensão de riscos financeiros e construção de uma base sólida para o futuro.

Fonte: Relatório Resultados da Semana Nacional de Educação Financeira